Como eliminar os gases Adeus inchaço!

Você se sente como um balão? Se os gases, estas entidades de natureza etérea, não te deixam em paz e não sabe o que fazer para evitar que continuem saindo de seu corpo, te-ei o porque de sua doença e o que pode fazer para se sentir melhor.


Antes de mais nada, é importante que você entenda que o fato de expelir gases, ou peidos como vulgarmente é conhecido, é um processo fisiológico NORMAL, com o qual temos de conviver. É mais, deveríamos nos preocupar se estes não ocorram, já que seria sinal de que algo não vai bem. Expulsar entre 15 e 25 “ventilação” no dia estaria dentro do normal.


Ninguém ao longo da história da humanidade, foi possível evitar que estas voláteis e sonaras flatulência, seguissem o seu curso natural para o exterior do organismo,assim que o verdadeiro problema você tem isso, quando o acumulo de gases se gera distensão abdominal (inchaço), dor, e uma eliminação excessiva dos mesmos.


Antes de explicar como você pode resolver o seu problema de meteorismo (excesso de gases), é necessário que você entenda o mecanismo através do qual o gás é gerado em nosso corpo.


De onde vêm os gases presentes no intestino?


Os gases instestinais (mistura de nitrogênio, oxigênio, hidrogênio, dióxido de carbono e metano) provém, fundamentalmente, de duas fontes: o ar que matamos (aerofagia) e a própria produção intestinal.


O ar deglutido é expulsa, maioritariamente, através do diabo, e apenas uma quantidade mínima chega ao intestino. A maior parte do gás intestinal, geram as bactérias da flora intestinal através do processo de fermentação dos alimentos, do qual são responsáveis.


Quais são os fatores que podem favorecer a flatulência?



  • Prisão de ventre.

  • Antibióticos (desequilibram a flora intestinal).

  • Alimentos de difícil digestão.

  • Comer em excesso.

  • Intolerância de certos alimentos (intolerância à lactose, glúten, etc…).

  • Alimentos com elevado teor de açúcares.

  • Uma dieta muito rica em Fibra.

  • Excesso de bebidas gasosas.

  • Maus hábitos: comer rápido, mastigar pastilha elástica durante longos períodos de tempo, fumar (tragas muito ar em cada tragada…), etc…

O que recomendações você deve seguir para diminuir a flatulência ou gases estomacais?



  • É importante beber e comer devagar, mastigando e ensalivando bem os alimentos.

  • Limita o consumo de bebidas com gás.

  • Tenta não comer excessivamente e seguir uma dieta equilibrada.

  • Deixar de fumar não só te ajudar a não engolir o máximo de ar, mas também a prevenir muitas doenças.

  • Não beba pequenos goles.

  • Uma vez que tenha comido, deixa passar um tempo antes de ir para a cama.

  • Evita a prisão de ventre, fazendo exercício físico e consumindo alimentos com fibras, mas sem exceder. Lembre-se que este tipo de alimentos também podem gerar flato, se você passar a raia…

  • Se você pensa que pode ter alguma intolerância alimentar, pode retirar esses alimentos da sua dieta durante alguns dias, e testar se notas alguma mudança. Começa de um em um, mas não te darás conta que é o que se origina o problema. Por exemplo, elimina os lácteos alguns dias, se não é, elimine os alimentos que contenham glúten, e assim por diante.

Quais são os alimentos que provocam mais gases?


Os alimentos que mais gás produzem são os seguintes: leguminosas (grão de bico, lentilhas, feijões, ervilhas…etc), repolho, couves de Bruxelas, couve-flor, brócolis, pepino, pão de farelo, maçãs, peras, pêssegos, ameixas, cebolas, nabos, rabanetes, cereais, batatas, cerveja e alguns adoçantes (manitol. sorbitol)


Espero que tenha sido de utilidade a informação e agora despeço-me com este poema de Francisco de Quevedo, dedicado ao peido:


Alguém me perguntou um dia


O que é um peido?
e eu lhe responda fico muito:
o peido é um peido,
com corpo de ar e coração de vento
o peido é como uma alma em pena
que às vezes assopra, que, às vezes, troveja
é como a água que desliza
com muita força, com muita pressa.


O peido é como a nuvem que voa
e por onde passa vai fumigando nas cercanias,
o peido é a vida, o peido é a morte
e tem algo que nos diverte;
o peido geme, o peido chora
o peido é o ar, o peido é ruído
às vezes, sai por um descuido
o peido é forte, é imponente
pois se os tira toda a gente.


Neste mundo um peido é vida
porque até o Papa bem que tira
há peidos cultos e ignorantes
os adultos, também infantes,
há peidos gordos, há peidos fracos,
de acordo com o diâmetro dos tacos
há peidos tristes, há risonhos
de acordo com o gosto que tem o proprietário


Se um dia um peido toca sua porta
não é a zíperes, deixa-a aberta
deixa soprar, deixa virar
para ver se há alguém que respire.


Também os peidos são educados
pois se os puxam os licenciados,
o peido tem algo monstruoso
pois se o aguantas te leva ao poço
este poema foi terminado
com tanto peido que eu tenho jogado.


Cumprimentos e bom fim de semana!!


Fontes:


http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/spanish/ency/article/003124.htm


http://www.gastrouc.cl/gas.htm


http://www.fisterra.com/salud/1infoConse/meteorismo.asp


http://scielo.isciii.es/scielo.php?pid=S1130-01082005000200009&script=sci_arttext